Todo o dinheiro angariado será para ajudar animais de rua ou de pessoas carenciadas, tentando-lhes proporcionar todo o bem estar possível, começando sempre que possível pelas esterilizações.
Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2008
Menina pretinha, bebé

--------------------------» Adoptada! «--------------------------

Outra menina que me conquistou. Tinha cerca de 1 mês. Como era a única da ninhada, julgava-se rainha. Ela é que mandava em todos os gatos e, também nos cães! Se não estavam ali bem, simplesmente mandava-lhes uma patada.
Até que... arranjou uma pessoa da minha inteira confiança que a quis adoptar. Fiquei feliz, pois por ser preta, tinha um certo receio.
Levei-a para minha casa, para passar a noite comigo e no dia seguinte eu poder levá-la para as aulas, para depois ser entregue a quem a iria dar ao dono (sim.. é que ele mora em Braga! E nós estamos em Almada). E, foi então que se deu uma mudança na personalidade daquela felina. Desatou a miar, não dormia, simplesmente miava e miava sem parar. Tive que pegar nela, aconchegá-la a mim, envolve-la num abraço e assim adormeceu. No dia seguinte, volta e meia lá desatava a miar de novo. O que eu fazia era por-me de frente para a transportadora e sussurrar "Calma bebé, estou aqui, sou eu" e ela então acalmava e ficava a olhar para mim e a tentar brincar com os meus dedos. Quando chegou o momento de a entregar, simplesmente virei costas e vim-me embora. Estava a ser duro demais, nunca imaginei que só com uma noite ela me ia conseguir conquistar tanto. Se eu tentasse olhar, sei que não ia conseguir largá-la até que estivesse em casa do dono. Mas eu não a podia mesmo acompanhar.
E pronto, eu estou a morrer de saudades e, o que vale é que sempre vou sabendo noticias ;) Nunca esquecerei a minha "Caganita preta".

Aqui fica o relato do dono da Lua:

A Lua é um exemplo como animal de estimação: com uma mistura curiosa do companheirismo de um cão e a personalidade vincada de um gato, esta miúda veio revolucionar com completo uma casa de gatos mais velhos e portanto mais sossegados, colocando-os a todos a correr e a saltar, literalmente, como quando tinham poucos meses de idade.

Esta felina tão depressa está numa brincadeira pegada, como salta do chão para o colo e começa a dar turrinhas ou a lamber-nos a cara, sempre com o olhar vivo e feliz, uma alegria para ela e para quem com ela convive.

É também incrível a forma como se impôs: sendo mais nova e mais pequena que os novos amigos felinos, começou a bater o pé e conquistou o seu espaço em poucas horas. Tornou-se de tal forma dominante que, se vir algum outro gato a ocupar o lugar que ela quer, começa a dar patadas leves e de unhas retraídas nas costas até que ele saia e ela ocupe o espaço.

É dos poucos gatos que conheço que, se puder, está 24h por dia colado aos donos. Daí o companheirismo de cão que referi.

A maior entre as Super Estrelas!

E agora as fotos!
Quando a conheci:


Já na sua casinha:




E recentemente:



Animais Ajudados:

publicado por Panther às 02:06
Link do post | Comente | Adicione aos favoritos
|

© 2008-2009 por Patrícia Curião
Staples Coupon
Mais sobre mim
Animais Ajudados

1º Caso

2º Caso

3º Caso

Artigos

Vendidos

Links
Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


Posts recentes

Fim deste projecto

3º Caso - Novidades do Ma...

3º Caso - Peter Adoptado!

3º Caso - O apelo da Flor

3º Caso - O apelo do Pete...

3º Caso - Max Adoptado!

3º Caso - Novidades

3º Caso - O que é necessá...

3º Caso - Apresentação

2º Caso - Primeiras ajuda...

Arquivos
Pesquise neste blog
 
blogs SAPO
Subscrever feeds